Wagner Borges



São Paulo, Brasil, 1978.
Bacharelato em Formação de Actores, pela Escola Superior de Teatro e Cinema (ESTC – Amadora). Licenciatura em Desenho, variante Ensino, pela Escola Superior de Educação Jean Piaget (Almada). Fez formação profissional em Inglaterra, Grécia, Bósnia, Espanha e Itália. Profissionalmente fez parte do elenco do Teatro Estúdio de Setúbal | Fontenova – durante quatro anos. Em Teatro, já trabalhou profissionalmente com vários encenadores, entre eles Francisco Salgado, Jorge Fraga, José Maria Dias, Nuno Pino Custódio, Vladimir Jevtovic, Nuno Cardoso, Rogério de Carvalho, Marta Lapa, Jorge Andrade, Joaquim Benite, Luis Castro, José Wallenstein, Graham Vick, Álvaro Correia, com a dupla Catarina Vieira e Solange Freitas, Carlos Pimenta, João Brites, Isabel Medina, Tiago Vieira, Dolores de Matos, André Murraças, Calixto Bleito, David Alden, Ana Palma, Maria João Vicente Carlos J. Pessoa e Rute Rocha. Tem feito regularmente trabalhos na televisão, tanto em publicidade como em ficção (nacional e internacionalmente). Em 2017 integra o elenco da série “A Família Ventura”, emitida pela RTP, com realização de Miguel Guerreiro e produzida pela beActive. Em cinema trabalhou com Bruno de Almeida, Fernando Burnay Villas-Boas, Cacá Diegues, Elsa Blayau, São José Correia e Manuel Pradal. Durante cinco anos desenvolveu um projecto de arte-terapia, com o APPACDM de Setúbal. Em 2013, cria “JBWB-900”, em conjunto com João de Brito (eleito como um dos 5 espectáculos do ano, pela revista Rua de Baixo). Desde 2014, cria em conjunto com Tiago Bôto os espectáculos <da Inutilidade> a partir de Heiner Muller (espectáculo vencedor da Secção Mais Festa, do Festival Internacional de Teatro de Setúbal); <NÃO_CORPO> a partir de René Crevel; <TOYBOAT>; <DEPOIS DE, cair> a partir de Amos Oz; <TOYBOAT 2.0>; <OFF>; <EX(AM> e <WTF: para um princípio da normalidade, VOL. I e II> a partir de Michel Foucault. Em 2017 dirige <Quando as luzes de apagam>, um projecto de Leonor Cabral, inserido no Festival Bairro Intendente em Festa e <Once More Unto the Breach>, na Rua das Gaivotas 6, em Lisboa.

Com a 33 Ânimos participou no espetáculo:

Viúva, porém honesta (leitura encenada)