Gio Lourenço

Nasceu em Angola em 1987. 
Tirou o Curso  de Teatro e Animação da CERCICA e frequentou o CEM através duma bolsa do Centro Nacional de Cultura. É actor residente do Teatro GRIOT e trabalhou, entre outros, com os encenadores Zia Soares, Rogério de Carvalho, Nuno M Cardoso, Guilherme Mendonça, Bruno Bravo, António Pires e João Fiadeiro. 
Em televisão  participou em séries como “Equador”, “Inspector
Max”, “Ele é Ela”. Como bailarino participou em vários videoclips. No cinema, participou nas curta-metragens “Filmes e Telemóvel” de Adriano Luz, “Verdade Inconveniente” de Pedro Sebastião e Paulo Cuco, nos documentários “O Lugar que Ocupas”,realização de Pedro Filipe Marques, e “TEMPESTADES, Ensaio de um Ensaio” de Uli Decker, “A PEDRA” De Ana Lúcia Carvalho, na longa metragem, “A Ilha dos cães”, de Jorge António, e foi protagonista da curta-metragem “Arriaga”, de Welket Bungué.

Com a 33 Ânimos participou no espetáculo:

Viúva, porém honesta (leitura encenada)