Esqueletos vivem dentro de sonhos

Residência artística no Espaço do Tempo | 16 a 27 agosto 2021
Rua das Gaivotas 6 | 19 a 23 outubro 2021

Tudo começa num sonho para quebrar a monotonia e para alimentar ainda mais as dúvidas.
A ilusão de quem sonha persiste até que seja quebrado o transporte para a realidade, onde a água é o elemento constante. Observamos, como se estivéssemos num consultório da intimidade, os sonhos de um casal e a psicanalista que vagueia e sugere aquilo que foi sonhado. Talvez tudo tenha começado ainda antes do sonho e as pulsões que sustentam as pessoas sejam o verdadeiro alicerce para a identidade. Um casal ligado pelos sonhos e uma voz que mergulha no inconsciente, tudo é válido para trazer o mar para aquele consultório. Os mitos são a proporção exata para revelar a verdade de cada um e na voz de uma sereia tudo aparenta ser sedutor e verdadeiro. A questão a ser formulada em cena é por que razão as sereias inventaram a Humanidade.

Texto e encenação | Ricardo Cabaça
Com Ana Água, Erica Rodrigues e Francisco Sousa
Música | Mário Oliveira
Produção | 33 Ânimos