Erica Rodrigues

35162218_10155443269721232_8871157329576329216_n

Iniciou o seu percurso académico na Escola Superior de Saúde do Alcoitão licenciando-se em
Fisioterapia. Posteriormente, em 2017, licenciou-se em teatro pela Escola Superior de Teatro e
Cinema, estendendo a sua formação em laboratórios/workshops orientados por Victor Hugo
Pontes, Francisco Camacho, Vânia Rovisco, Miguel Loureiro, Monica Calle, Miguel Pereira, Rui
Catalão, Tiago Vieira…
Integra projectos em teatro, televisão, cinema e dobragens.
Integrou Fora de Campo de SILLY SEASON, Primeira Imagem de John Romão, Depois dos filhos
da puta- aurora, The party doesn´t matter, Nunca Mais Pérolas a Porcos e Inventei as Minhas
Recordações de Tiago Vieira, Corbeaux de Bouchra Ouizgen, A Boa Alma de Sé Chuão (Bertold
Brecht) enc. Peter Kleinert, Corpo Futuro de Ricardo Cabaça, Imaterial e Coisas Estúpidas para
Gente de Alexandre Lyra Leite, Finado e É Díficil Para Mim Dançar de Mário Coelho, entre
outros. Em televisão fez parte do elenco A Impostora (Plural), Oh Sousa(Sic Radical), 5 para a
meia noite (RTP). Em cinema participa em VERITY de João Pedro Simões, Equação Divina de
João Craveiro, Noir de Pedro Palma, 20-02-80 de Jerónimo Rocha (Take It Easy), Imagens
Proibidas de Hugo Diogo, A fidalga de Flávio Ferreira, Anedonia de Luciano Sazo. É dobradora
em projectos para Disney, Cartoon Network, Netflix, Sic… e locutora para marcas como
WORTEN, Burguer King, Sociedade Ponto Verde, Novo Banco, etc.
Exerceu funções enquanto Professora de Actividades Extra Curriculares para o 1º ciclo no
Agrupamento de Escolas do Alto do Lumiar, apoiando projectos direccionados paara a
consciência e intervenção comunitária em programas de inserção social e assumiu, ainda, o
cargo de Direcção de Actores em projectos como Valor da Vida e Prisioneira (PLURAL/TVI)

Com a 33 Ânimos participou no espetáculo:

Corpo futuro